BE exige amplo debate sobre a nova linha de muito alta tensão.

O Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão convocou para uma conferência de imprensa a comunicação social famalicense, esta segunda-feira, para transmitir que é sua intenção exigir que a Câmara Municipal promova um amplo debate público sobre a construção dessa nova linha de muito alta tensão.

A referida linha tem ligação internacional que provém da Galiza e irá terminar numa subestação a construir na freguesia de Fradelos, estando previsto passar a mesma por Gondifelos. Também as freguesias famalicenses de Ribeirão e Vilarinho das Cambas estão abrangidas pela área de estudo deste projeto.

Tendo em conta que o prazo de consulta pública termina no próximo dia 27 do corrente mês de fevereiro, quinta-feira, sem que a Câmara Municipal tenha tomado qualquer posição ou sequer tivesse enviado o assunto à Assembleia Municipal para discussão, o BE entende ser de exigir que a Câmara Municipal promova um amplo debate junto da população famalicense no sentido de que possam ser conhecidos e esclarecidos os eventuais riscos para a população.

O Bloco de Esquerda entende assim, face ao prazo estipulado, que a Câmara Municipal deve solicitar um prolongamento do prazo de consulta pública.

Caso a Câmara Municipal continue a menosprezar este assunto, o Bloco assume o compromisso de fazer o que estiver ao seu alcance para que os famalicenses possam debater os riscos desta obra, para que não venham as populações a ser colocadas perante um facto consumado.

Mais em famalicao.bloco.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *