Velhos são os trapos….

Imagine ir na rua e dar de caras com esta senhora a tocar assim desta maneira. Ainda há momentos surpreendentemente bons!

A Pianista improvável, no sapo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *